Últimas Notícias
Search

Em Tabira, presidente da Câmara é acusado de votar duas vezes para conseguir maioria em projeto.

Em Tabira, o inusitado sempre tem seu lugar garantido, principalmente na Câmara de Vereadores da cidade. Atualmente com apenas dez vereadores, devido à licença de Edmundo Barros, a casa se encontra dividida e deu lugar a uma situação bastante atípica na última segunda-feira (30.09). 

Na votação de uma emenda à proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada pelo governo, o resultado terminou empatado em cinco a cinco, contando com o voto do presidente, o oposicionista Djalma das Almofadas, pela aprovação da emenda.

Diante do empate, que significaria a rejeição da emenda, já que precisaria de maioria simples para ser aprovada, o presidente não teve dúvidas e votou novamente, “para desempatar”. 

Assim, a inusitada votação terminou em 6 a 5, com dois votos do presidente. Pior que segundo a Lei Orgânica do município, o presidente da Câmara sequer poderia votar em projetos de lei ordinária, por vedação do art. 35, quanto mais votar e depois desempatar. Mas em Tabira pode.

A sessão foi transmitida pelo canal oficial da Câmara de Vereadores no Facebook.

Fonte:) Ascom/PMT.

Publicidade!



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Em Tabira, presidente da Câmara é acusado de votar duas vezes para conseguir maioria em projeto.

    Os comentários postados aqui não representam a opinião do Blog do Pereira.Net - A responsabilidade é do autor da mensagem.