Últimas Notícias
Search

Prefeitura de Tabira acusa Rádio Cidade de Fake news e provocar caos.

Infelizmente, na cidade de Tabira, os palanques não foram desmontados e a turma do "quanto pior, melhor" insiste em fazer propagandas mentirosas para atingir a gestão da prefeita Nicinha Melo.  Na manhã dessa segunda-feira (22), a Rádio Cidade, através do radialista Junior Alves, disseminou que o município de Tabira teria perdido "um lote de vacinas que seria para aplicar a segunda dose aqui em Tabira, foram perdidas, totalmente perdidas por conta de uma falta de energia daquele setor".  

A notícia ganhou repercussão regional. O blog de Nill Junior fez postagem com o título "Após apagão, Tabira perde lote de vacinas da segunda dose contra Covid-19". Pessoas ligadas a nomes da oposição divulgaram as informações em grupos de whatsapp.  

Em relatório divulgado por Ana Catarina Araújo, superintendente de Imunizações da X Geres, foi feita a análise e, além de parabenizar a equipe tabirense pelas atitudes tomadas na situação de emergência, liberou a utilização das vacinas da Covid-19.  Para a Coordenadora Municipal do PNI, enfermeira Maria Cândida Pereira, é lamentável que se comemorem notícias ruins, que prejudicaria os tabirenses. "Trabalhamos com transparência. A nossa preocupação é em usar a equidade os princípios dos SUS,  vacinar os que mais precisam e correm riscos, fazendo política da saude e não politica partidária". Enfatizou a enfermeira.  

Os atos relacionados à criação, à divulgação e à disseminação de informações falsas podem ser enquadrados em pelo menos oito artigos do Código Penal e um do Código Eleitoral, com penas que vão desde a aplicação de multas até a prisão e a perda de direitos políticos.   

Da Assessoria.

Relatório indica perda de quase 600 doses de vacinas com apagão em Tabira.


Segundo laudo técnico da Secretaria Executiva da Vigilância em Saúde de Pernambuco, o lote de vacinas contra a Covid-19 de Tabira, por pouco não foi perdido por conta de um apagão de 12 horas na área do Hospital Municipal.

A notícia chegou a ser veiculada pelo radialista Júnior Alves na Rádio Cidade FM, diante de relatos que recebeu de risco para os imunizantes. Mas as vacinas contra a Covid, entretanto, conseguiram por pouco ser salvas.

O que aconteceu não é menos grave. O blog teve acesso ao laudo que comprova a perda de outras vacinas. Foram 260 doses da Tríplice Viral; 66 doses da Rotavírus; 40 doses da DTP; 90 doses da Influenza; 40 doses da vacina contra Raiva e 85 doses de vacina contra a Febre Amarela.

Não foi informada a quantidade de doses perdidas de vacinas contra HPV. Ao todo foram perdidas 581 doses de vacinas. Ou seja, quase 600 perdas e o revelar de um quadro de armazenamento em condições inadequadas. 

O laudo não apresenta a quantidade de doses de vacina contra o coronavírus foram testadas, mas orienta: “caso tornem a sofrer nova alteração de temperatura, descartá-las e comunicar ao PEI/PE o quantitativo de doses”. O Blog do Magno revelou que foram 330 doses.

O caso levantou críticas quanto à ausência de um gerador para garantir armazenamento no hospital da cidade, diante do custo e importância das vacinas, a começar pela de Covid-19. Relatos indicam que o problema não é de hoje e se arrastaria da gestão passada.

Chamou a atenção a posição da Assessoria de Comunicação do Município, que soltou uma nota criticando a produção de eventual Fake News com outra Fake News, induzindo a população a erro, e do vereador governista Valdemir Filho.  Eles criticaram a informação de que num primeiro momento a notícia era de perda de vacinas contra a Covid-19, no que estão corretos. Registre-se, foi um parto tentar ouvir uma posição do município. A Coordenadora do PNI, Maria Cândida Pereira, só falou porque a produção ligou ao vivo no programa Cidade Alerta. Até lá, nenhum pronunciamento ou nota.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Prefeitura de Tabira acusa Rádio Cidade de Fake news e provocar caos.

    Os comentários postados aqui não representam a opinião do Blog do Pereira.Net - A responsabilidade é do autor da mensagem.