Últimas Notícias
Search

Prefeitos de Santa Terezinha, Adarivan Santos e Delson Lustosa falam em entrevista.

O prefeito eleito de Santa Terezinha Delson Lustosa (Podemos) e o atual prefeito em exercício Adarivan Santos (Avante) participaram de entrevista com o comunicador Anchieta Santos na Rádio Cidade de Tabira na manhã desta sexta-feira, 11 de dezembro. Delson Lustosa disse que o resultado da eleição foi o esperado pelo seu grupo e que as pesquisas bateram, mas esperava até um pouco mais na diferença de votos, pois havia certa insatisfação por parte do povo com Vaninho de Danda e que ficou ainda mais difícil para o ex-prefeito que ficou impedido de trabalhar na campanha por complicações na saúde. Delson lembrou que seu grupo teve muitas adesões e isso fragilizou mais ainda o grupo de Vaninho. 

Sobre herança maldita, Delson disse que ainda não sabe detalhadamente como vai receber a prefeitura. Já sobre folhas salariais, Adarivan adiantou que vai ficar a folha de dezembro para Delson pagar, pois o município não tem dinheiro para quitar tudo. 
Sobre essa folha que ficará em débito, Delson disse que ainda não sabe quando será paga, pois se pagar dia 10, dia 30 de janeiro tem um outra folha.

Provocado a falar sobre a presidencia da câmara, Delson falou que não sabe do teor do acordo fechado com Neguinho de Danda e que ele tem seu grupo e que preferia que os dois presidentes fossem de sua base aliada, se solidarizando com a família de Vaninho. Sobre o trabalho nos primeiros seis meses, Delson disse que vai montar uma equipe que tenha força para trabalhar, uma equipe jovem e que já conseguiu algumas coisas e emendas, citando a praça central da cidade, apontando que o projeto está com 90% pronto e vai correr atrás disso logo, pois do jeito que se encontra, está muito feio o centro da cidade.

Falando dos pagamentos, Adarivan Santos disse que vai pagar o 13º dos funcionários "a folha vinha controlada, mas o precatório dificultou tudo". Ele apontou que os serviços essenciais estão mantidos e que encontrou a conta do Covid-19 zerada, sem nada, mas pegou o  hospital abastecido, porém, com pendencias para pagar.

Provocado a falar sobre os nomes do deu primeiro escalão, Delson disse que está montando sua equipe e que até a quarta-feira que vem será anunciado os nomes, porém, confirmou o de Adarivan Santos para a secretaria de agricultura, mas fez mistério quanto aos outros. Sobre o concurso o prefeito eleito informou que vai fazer um levantamento e lembrou que tem a lei que limita os gastos com pessoal e foi lembrado que atualmente a prefeituta está com 216 contratados, enquanto alguns concursados continuam esperando. O concurso já foi prorrogado uma fez e provavelmente não tem como prorrogar de novo.

Sobre saúde e educação, o prefeito eleito lembrou que essas àreas não estavam abandonadas nas suas duas gestões passadas e que no tempo não tinha emenda para custear a saúde, por exemplo, reconhecendo que esse setor melhorou na última administração, mas ainda há muito para ser feito. O prefeito em exercício informou que o pessoal que trabalhou nas barreiras sanitárias foram todos dispensados depois de reunião com ele nesta manhã e disse que quando assumiu o município já tinha um pagamento atrasado, mas que pagou a uma parte da empresa terceirizada, "tinha um pague a esse e não pague aquele", disse Adarivan. Disse que os contratados não são funcionarios do município mas dá empresa, e que eles já estavão de sobre aviso, dizendo que não encara as demissões como perseguição política, mas de justiça, pois não tem como pagar. Informou depois que assumiu entrou 100 mil reais na conta da covid-19 e que já começou a pagar aos servidores do Centro de Campanha, posto de combustíveis, etc. 

Delson Lustosa disse que ao assumir vai dá prioridade aos servidores e sobre os aposentados lembrou que a prefeitura está com duas folhas de pagamento do fundo de previdência, com uma contra partida de cerca de 310 mil reais. O prefeito eleito informou que vai instalar ponto eletronico nas repartições, e que esse negócio de receber sem trabalhar, não vai existir nesse seu novo governo. 

Sobre a polêmica de umas garagens contruídas por Adarivan ao lado da EREM Santa Terezinha, ele explicou que tem uma escritura; um documento de um tio seu que era proprietário do terreno que foi doado pela sua família para a construção da escola e quando a PE 285 passou, cortou o terreno no meio, ficando um pedaço de terra ao lado da escola para o seu Tio e disse que estão o acusando sem provas e que agora o estado apresentou uma certidão dizendo que a propriedade é sua e que os três prédios estão fechados por uma liminar judicial, mas que está tomando as providências, lembrando que a escola tem 70 anos e que nunca construiu nada nesses terrenos, então agora é a certidão, contra a escritura.

O assunto voltou para os concursados verso contratados e Adarivan disse que não tem como demitir todos os contratados, pois tem uns prestão serviçoes essenciais. Delson disse que vai ver como aproveitar o trabalho dos bombeiros civis e cobrado novamente sobre salários atrasados, Adarivan disse "porque não cobraram de quem colocou vocês lá? não cobraram com medo de serem demitidos", acrescentanto que está usando um sapato que não é dele, mas que está apertando seus pés.
Adarivan explicou mais uma vez sobre a antiga polêmica daquela cistena, ponderando que esta foi conquistada pela sua esposa, cadastrada no nome dela quando ela ainda era solteira e morava no sítio e que não cometeu crime algum.

Para encerrar Delson disse que o povo confiou nele e vai trabalhar para o mais humilde, agradecendo pela votação.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Prefeitos de Santa Terezinha, Adarivan Santos e Delson Lustosa falam em entrevista.

    Os comentários postados aqui não representam a opinião do Blog do Pereira.Net - A responsabilidade é do autor da mensagem.