Últimas Notícias
Search

Folclore de Santa Terezinha - As aprontas de Oliveira Badico; Garrafa de café ou de cachaça!

Quando a delegacia de puliça👮 de Santa Terezinha ficava quase de frente a panificadora de Chico França, lá naquele tempo que era tudo virado de cabeça pra baixo e bunda pra riba, aconteceu um causo engraçado com o Grande Oliveira Badico, figura marcante da nossa história, extrovertido e aprontador  de fatos hilários que ecoam até os dias atuais em relatos de familiares e amigos.  
Preste atenção no que o danado do mimoso fez por dois 'conhecidos'.
Reza a história que num dia de feira livre na Terrinha Santa, os dois cabras desmantelados encheram o buchu de pinga, a bicha subiu pra cabeça e os mano resoveru bangunçar, já no finazim da tarde, arrumando bira no bar de Zé Migué, pia!!! 
Os homi da puliça👮👮👮 meteru o pé pra lá e butaram neles com um quente e dois fervendo. Prenderam os dois e ainda sairu de pé, com os maus feitores algemados do bar; que ficava lá perto da casa de Choca, andando pra todo mundo vê, e oiar pra cara dos indivíduos, até a delegacia.
https://chat.whatsapp.com/GeQtF7ZX7lmGKYjLF7majF
24 horas de xadrez era a ordi, pra passar o efeito da cachaça, depois a puliça sortava! Os dois passaru a noite num frio da mulesta, deitados no chão úmido e um olhando pra fuça do outro, com jeito de vinagre na cara e assim, amanheceram o dia com uma ressaca daquelas.
O bar do Srº Oliveira Badico ficava quase de frente a delegacia, e quando o dia amanheceu; e de lá, ele só escutava os ingui dos cabra. 
Como ele era camarada dos puliça, preguntou se podia levar uma garrafa de café, daquelas bem grande, e uns pão lá de Chico França pros dois preso tapiá as tripa. 
Os homi confiaru e disseru 'PODI'.
https://www.instagram.com/kerlaniosilva/
O danado do Oliveira usando de sua astúcia, em vez de café, tacou cachaça na garrafa, mas encheu a bicha até a boca. Foi lá em Chico França pediu uns pão, entrou na DP e entregou o 'veneno' aos dois detentos. Os homi confiando, nem arepararam no conteúdo da garrafa de café, então, deu a hora de patrulhar a cidade e os puliça meteru o pé na rua (naquele tempo a viatura era as canelas), deixando os dois bangunçeiros no xadrez, 
mas pia mermo!
Deu a hora do armoçu e a puliçada pegô as maumitas de cumê e votaru pra delegacia. Lá chegando, eles olharu no miolo dos zoio dos cabras e deram logo fé que os dois estavam mais pra lá do que pra cá - mais bêbados  do que antes. 
👮Um dos praças exclamou! 
😡"QUE BIXIGA TABOCA TÁ ACONTECENDO AQUI!!!"😡
Era um caindo por riba do outro.
Dando bituquinha um no outro.
Um dizendo pro outro, 
'vai tomar no quiba homi'.
E o outro dizendo: 
'HÒÒÒÒÒ cana infiliz, lascei meu figu!!!' 
👮O praça indagou!
😠- VOCÊS ESTÃO BEBU❓❓❓
😉Eles responderam.
🍊- Homi nois tamo mais firme duque goiaba madura no gaio.
https://chat.whatsapp.com/GeQtF7ZX7lmGKYjLF7majF
Quando os puliça foram conferi a garrafa de café, a bicha seca e 😷fedendo a cachaça, ficaru cum a mulesta cum Oliveira Badico que bolava de rir do outro lado da rua.
Esse retrato raru mostra o inesquecível Oliveira Badico, com dona Rutinha Rocha, na área da casa do saudoso Afonso Ferreira Neto.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


3 “Folclore de Santa Terezinha - As aprontas de Oliveira Badico; Garrafa de café ou de cachaça!

    1. Kkkk essa foi boa d+ saudoso Oliveira básico ouvi fala d mais dessa figura ilustre da nossa terra q deus o tenha!!!

      ResponderExcluir
    2. Kkkk essa foi boa d+ saudoso Oliveira básico ouvi fala d mais dessa figura ilustre da nossa terra q deus o tenha!!!

      ResponderExcluir
    3. Oliveira era cheio de presepada sempre vamos lembrar de algumas que ele aprontou

      ResponderExcluir

    Os comentários postados aqui não representam a opinião do Blog do Pereira.Net - A responsabilidade é do autor da mensagem.