Na noite dessa última quarta-feira (27) foi morto a facadas em Patos o zabumbeiro Braz Pinho de Lucena, de 48 anos, (o zamumbeiro na foto) em circunstâncias ainda não esclarecidas. Braz estava fazendo a capinação de um terreno no bairro Dona Milindra, por trás do SESI, e o dono da casa chegou no fim da tarde para pegá-lo e deixá-lo em sua casa, no Jatobá, mas se assustou ao vê-lo ensanguentado, morto. Ele foi morto com várias facadas. A polícia informou que provavelmente houve luta corporal entre o assassino e a vítima.
https://www.facebook.com/segvida.santaterezinha
O imóvel, segundo reportagem do Portal Patos Verdade, sofreu uma tentativa de roubo no dia anterior (terça, 26) e o crime pode estar relacionado a uma segunda tentativa. A versão pode ser essa: a casa estava fechada, o ladrão tentou tentou roubá-la no dia anterior e voltou para terminar o ‘serviço’, mas encontrou resistência por parte do senhor Braz e o matou a facadas.
https://www.instagram.com/kerlaniosilva/
Braz foi velado na casa de sua família em Passagem e sepultado na tarde desta quinta-feira (28), em Cacimba de Areia.
Ele era irmão de Inacinho do Acordeon, conhecido sanfoneiro da região, e fez muitas apresentações com o irmão, o acompanhando com sua zabumba. Ele também fez muitas apresentações com Zé Nilton do Acordeon, outro conhecido sanfoneiro da região.
Papelaria_Santa_Ana Braz Pinho trabalhou como vigia por alguns anos na Rádio Itatiunga, em Patos, mas vivia de bicos, fazendo pequenos serviços, e nos fins de semana tocava zabumba, tirando daí a sua subsistência. “Era humilde, trabalhador, não usava drogas, não tinha inimigos e é lamentável o que aconteceu com ele. Revoltante”, disse Zé Nilton do Acordeon.
A família vive um clima de tristeza e revolta. A polícia está investigando o crime.
Braz
Fonte:) Folha Patoense