Últimas Notícias
Search

Chuva do Caju anima produtores em Santa Terezinha.

Já se faziam mais de quatro meses que Santa Terezinha não recebia chuva. A última vez que havia chovido, segundo dados do IPA, foi no começo do mês de julho. As previsões apontavam para mudança no clima no começo desta semana, e na tarde desta terça-feira (27) um forte sereno esfriou o tempo na Terrinha Santa. 
Na nossa região a famosa 'chuva do caju', assim chamada pelos agricultores, é importantíssima para o desenvolvimento da fruta. Sem ela, o cajueiro não consegue segurar seus frutos, comprometendo a produção que este ano está intermitente, já que em algumas áreas a produção está razoável e em outras está fraca.
As pessoas mais idosas de Santa Terezinha relatam que nos tempos idos o cajueiro era uma das principais fontes de renda do município, mas com o passar do tempo, a fruta e a castanha perderam força e foram dando espaço para a lavoura e pasto para animais, porém, hoje ainda se consegue ver alguns poucos cajueiros com a sua beleza nas cores vermelha e amarela. 
O preço do quilo da castanha na Terra do Caju está baixo. "Aqui, os principais compradores só querem a castanha à R$ 2,20 (dois reais e vinte centavos). Estou levando minha produção para vender em Matureia-PB onde a castanha é comercializada a R$ 3,30 (três reais e trinta centavos)mais de um real de diferença". Disse um produtor na última feira livre de Santa Terezinha ao blog.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Chuva do Caju anima produtores em Santa Terezinha.