Últimas Notícias
Search

Sessão pega fogo em Santa Terezinha - Oposição recua e ajuda a aprovar percentual de suplementação a LDO.

Uma sessão do legislativo nunca havia levado tanta gente a Câmara de Vereadores na história de Santa Terezinha como a de ontem (17), quando o plenário debateu para aprovação, ou não do crédito de urgência especial de 20% na suplementação no orçamento municipal. O povo não coube dentro do plenário e dezenas tiveram que acompanhar do lado de fora, tomando a calçada e a frente do prédio. De cartazes nas mãos, palavras de ordem, vaias e aplausos o público cobrou dos vereadores a aprovação do percentual pedido pelo executivo municipal para destravar o município, situação esta que chegou a esse ponto porque a oposição aprovou apenas 10% de suplementação à LDO no ano passado.
Assim já se encontrava o plenário antes do começo da sessão.
A sessão começou com a participação de Charles de Chuca que fez uma explanação mostrando toda dificuldade que o município está passando por uma medida que a oposição, maioria do legislativo tomou, encarada como sendo política e estratégica para travar os serviços do prefeito e para que esse sempre fique recorrendo a eles para dá continuidade aos trabalhos dentro do município, naquele pensamento, ou faz assim, ou para.
Charles de Chuca.
Na continuidade da sessão, sobe muitos protestos e gritos, também com a ausência do vereador Helder de Viana, os demais aprovaram por unanimidade os 20% solicitados pela gestão municipal. O clima esteve tenso durante todo o percurso da sessão, mas pegou fogo quando o vereador Neguinho de Danda questionou o porque que a oposição não aprovou os 30% pedidos no ano passado, aprovando 10% na ocasião e só depois que o município parou, aprovam agora os outros 20%. Houve bate boca dele com o vereador/presidente Manoel Grampão e Neguinho de Danda se retirou da bancada, se juntando ao público.
O presidente Manoel Grampão ameaçou por vezes encerrar a sessão e invalidar a votação devido aos protestos, que por algumas vezes foi exacerbada por algumas pessoas mal educadas, minoria na câmara. A sessão teve presença da PM, que acompanhou de longe os protestos com três viaturas, o GATI, GT local e a equipe CVP a pedido do presidente da casa, mas nenhuma ocorrência ligada a sessão foi registrada.
Os protestos e as cobranças de ontem são inteiramente válidas. O blog já havia adiantado que a oposição aprovaria o pedido do gestor, mas existia rumores nos bastidores que ela poderia reduzir os 20% pela metade, para que o prefeito voltasse a recorrer a ela logo, logo.
https://chat.whatsapp.com/1PnF1ASQmWXG5vOsRpaVju
Tem vereadores que quando eleitos esquecem de cara o parágrafo único do art. 1º da nossa Constituição, o qual reza que "todo o poder emana do povo, que o exerce por meio dos seus representantes ou diretamente, nos termos desta Constituição", ou seja o poder vem do povo e só o povo pode exercê-lo, claro, por meio daqueles que ele elegeu, mas quando estes fogem da responsabilidade e deixam de ser representantes do povo para se tornarem cabos eleitorais de um ou de outro político, usando de manobras para tentar recuperar a prefeitura, cabe ao povo protestar e exigir seus direitos.
Outra coisa, ficou nítido ontem que alguns vereadores não acham bom quando seu chefe, o povo, vai a câmara. Eles pedem que o povo fique quietinho, calados, como cordeiros prontos para serem retalhados, e o povo quando se sente prejudicado não age assim. Existe um ditado que a minha avô já dizia 'O povo dá, o povo tira'. Fiquem de olho meu povo!




Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Sessão pega fogo em Santa Terezinha - Oposição recua e ajuda a aprovar percentual de suplementação a LDO.