Últimas Notícias
Search

Ex-companheiro de policial militar morta em Tuparetama confessa o crime. Veja todos os Detalhes!

Na data de ontem (12) foi dado cumprimento ao Mandado de Prisão e Busca Domiciliar, expedido pelo Juíza de Direito da Comarca de Tuparetama-PE, em desfavor do imputado Franciélio Formiga de Lima, conhecido por Branco. O referido Mandado foi cumprido por policiais civis e militares dos estados da Paraíba e Pernambuco. Na residência do imputado localizada à Rua Joaquim de Souza Filho, n° 198, Nova Vida em Pombal foi encontrado um revólver cal.38, o qual se encontrava desmontado, sendo localizado o tambor, 02 (duas) munições cal.38, cano, cabo e outras peças pequenas do referido revólver dentro da encanação do banheiro da residência. O próprio imputado informou onde a arma encontrava-se. 
WhatSapp do Blog do Pereira.Net
Foi apreendido o celular do imputado que estava com ele no momento da abordagem e mais 4 aparelhos celulares que estavam no quarto. Os referidos Mandados fazem referência ao crime de homicídio, ocorrido no dia 11/09/18 que teve como vítima a policial militar Aline Ribeiro de Araújo ocorrido na cidade de Tuparetama. Um dos aparelhos celulares encontrado pertence a vítima, informação está fornecida pelo próprio imputado. 
Aplicativo do Blog do Pereira.Net
O celular da vítima estava escondido no forro de um colchão e foi subtraído da residência da policial militar no dia do crime. O imputado confessou ser o autor do homicídio cometido contra policial militar. No local ainda foram encontrados alguns matérias militares, tais como coldre, porta treco, tonfa e uma cápsula de fuzil .762 deflagrada.
Comrciais_gifDiante dos fatos o imputado foi conduzido à DPC de Tuparetama onde foi ouvido e posteriormente recolhido à Cadeia Pública de Tuparetama, onde se encontra a disposição do Poder Judiciário. 
Loja_Cyte_ManiaNa noite de terça, o acusado prestou depoimento por várias horas ao Delegado que investiga o crime. Ele foi liberado, mas horas depois a polícia fechou o quebra cabeças e pediu sua prisão. Ele não aceitara o fim do relacionamento com a PM.
A PM foi sepultada na cidade paraibana na tarde de ontem. Antes o corpo foi periciado pelo IML de Caruaru. Um fato que merece destaque é que, enquanto ela era velada e sepultada, ocorreu a prisão. Ela deixa uma filha de 3 anos, filha do casal.
Ele disse a uma rádio local na Paraíba que teria se encontrado com ela e teria visto mensagens no celular de outra pessoa. Mas negou o homicídio e disse que teria ido para tratar o relacionamento. Só que informações dão conta de que ele teria sido flagrado pulando o muro da residência, em imagens de câmera de vigilância.
“Ela fez disparos em minha direção mas não deflagrou a munição. Eu tomei a arma e acabou acontecendo o disparo. Fui embora sem saber o que fazer”, disse.
 Alerta Celular - Blog do Pereira.Net



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Ex-companheiro de policial militar morta em Tuparetama confessa o crime. Veja todos os Detalhes!