Últimas Notícias
Search

Vitória de Paulo Câmara - Não pelos votos petistas, mas pela retirada de Marília Arraes.

Na política não há certezas. Mas a fatura a ser paga pelo PSB e pelo PT, nesse arranjo eleitoral que começa a se definir às vésperas das convenções, será elevada com maior desgaste para o PT pernambucano.
 
O apoio do diretório nacional do PT aos candidatos do PSB aos governos de Pernambuco, Paraíba, Amapá e Amazonas foi decidido diante da premissa esboçada pelo PSB nacional de que o partido também vai liberar os estados para firmar suas próprias alianças.

Sem dúvida, uma vitória para o governador Paulo Câmara (PSB), para quem o apoio do PT estadual é fundamental para a sua reeleição. Nem tanto pelos votos petistas, mas pela retirada da postulação de Marília Arraes (PT) de concorrer ao governo do estado.

A vereadora caiu no gosto do povo, o que é um perigo para todos os que disputam a sucessão. Bem, eleito com o maior percentual de votos válidos do país, à sombra da comoção pela morte de Eduardo, o governador Paulo Câmara pode ser reeleito sob o manto do ex-presidente Lula numa aliança que envolve a degola de Marília.

Esse acordo não desmerece o governador mas tem um preço político. Já o PT estadual vai sendo esmagado tal como em 2012, quando foi negado a João da Costa o direito de disputar a reeleição para Prefeitura do Recife. 

O partido pagou caro por isso. E vai pagar mais caro ainda neste ano. Bem, já houve um recurso contra a decisão do diretório nacional, iniciando assim mais uma etapa que pode terminar numa intervenção. Se vencer, o que é muito difícil, Marília resgatará a legenda.

Da coluna de Marisa Gibson, na edição de hoje do DIARIO.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Vitória de Paulo Câmara - Não pelos votos petistas, mas pela retirada de Marília Arraes.