Últimas Notícias
Search

Idosa mostra marcas e diz que foi agredida durante ação da Polícia Civil na cidade de Patos – Veja fotos!

A senhora Luzia Oliveira de Lucena, 72 anos, residente na Rua José Genuíno, Bairro Liberdade, em Patos, está acusando a Polícia Civil de agredi-la durante ação que prendeu o seu sobrinho como suspeito de tentativa de homicídio na cidade de Patos.
O fato aconteceu na terça-feira, dia 21, quando a idosa se encontrava sentada na porta de sua residência e o sobrinho suspeito estava dentro de casa tomando banho. Dona Luzia disse que os policiais chegaram, deram um chute na porta da casa e foram buscar o sobrinho dela em uma ação rápida e que a deixou bastante assustada.
http://files.appsgeyser.com/Blog%20do%20Pereira_7643885.apk
De acordo com a idosa, os policiais chegaram de armas em punho. Dona Luzia disse que após algemarem o sobrinho dela, a polícia a derrubou, deram uma “rasteira” e causaram ferimentos nos dedos dos pés. A família da idosa está indignada, pois Dona Luzia tem problemas de saúde que foram agravados depois do ocorrido com a polícia. 
Dona Luzia foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ela recebeu medicação para normalizar a pressão arterial, foram realizados procedimentos nas feridas dos pés e a família aguarda um laudo clínico para mover ação contra a Polícia Civil. A família também buscou a própria polícia para registar Boletim de Ocorrência (BO).
Papelaria_Santa_AnaFalando em nome da família, o senhor Francileudo de Oliveira, filho da idosa, comentou que a mãe reside na localidade há 39 anos e nunca havia passado por tal momento. “Qualquer filho, acredito que nesta situação, ficaria indignado. Vê uma mãe apanhar e não poder fazer nada é difícil para qualquer um...”, relatou Francileudo.




A família relatou que a Polícia Civil já havia capturado o sobrinho suspeito há 8 dias, porém, invés de prender o jovem, ele foi agredido, sendo que nesta terça-feira houve a ação que culminou com tais fatos na residência e que feriu Dona Luzia. A família está buscando a justiça e os meios legais para punir os envolvidos na ação. 


A reportagem do Patosonline.com buscou ouvir a versão da Polícia Civil. Em contato com o Delegado Seccional Dr. George Wellington, a informação foi de que no momento em que a polícia já conduzia o acusado, a idosa agrediu pelas costas o delegado Dr. Galdêncio Neto que comandava a ação. Dona Luzia teria dado uma “cabada” de vassoura no delegado. O delegado seccional disse que os hematomas na idosa podem ter sido ocasionados quando os agentes contiveram para evitar mais agressões. Os policiais tinham um mandado de busca.

O Dr. Dr. George Wellington designou o Delegado Dr. Manoel Martins para apurar toda a queixa da família diante do caso. O Delegado Dr. Galdêncio Neto também realizou corpo de delito diante da agressão que teria sofrido pela idosa. O caso também já foi comunicado ao Ministério Público Estadual (MPE).

Cyte_mania
Por Jozivan Antero – Patosonline.com



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Idosa mostra marcas e diz que foi agredida durante ação da Polícia Civil na cidade de Patos – Veja fotos!