Últimas Notícias
Search

PT em Pernambuco critica “golpistas” mas aceita no palanque, tá na hora de acabar essa cantilena.

Acusar o adversário de golpista vai servir para alguma coisa na eleição de PE? – Até onde vai essa cantilena de golpista?  Vai surtir algum efeito na eleição após todos eles, a favor e contra impeachment, se juntarem conforme a conveniência da disputa eleitoral? – Senão vejamos: sem entrar no mérito se houve golpe ou não, cada palanque tem gente que votou pela saída de Dilma, o chamado Poste de Lula. 

Do lado de Paulo Câmara o seu partido PSB, todo ele,  votou pela saída da ex-presidenta. Até secretário foi liberado pelo governador para ir a Brasília votar. No palanque de Armando, o senador votou com Dilma, mas do seu lado estão Mendonça do DEM que votou fechado pela saída e o Tucano Bruno Araújo que PSDB liderou o movimento.
E finalmente Marilia Arraes que chama todo mundo de golpista e aceita do seu lado o PROS que em sua maioria votou pela degola de Dilma e hoje é presidido por João Fernando Coutinho, Federal que estava no PSB e votou pra ver a ex-presidenta pelas costas. Então, até quando a conversa mole de golpe vai persistir em PE?  

Colaboração da Assessoria



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “PT em Pernambuco critica “golpistas” mas aceita no palanque, tá na hora de acabar essa cantilena.

    Em respeito à Legislação Eleitoral, o Blog do Pereira.Net não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.