Últimas Notícias
Search

Advogado ligado a Dinca diz que Zé Amaral não teve recurso acatado pelo TJPB.

A guerra de informações   sobre o futuro da chapa Sebastião Dias e Zé Amaral em Tabira teve uma nova versão hoje.
Mais cedo, o vice-prefeito  Zé Amaral, condenado por ato de improbidade e alvo de ação sob análise do TSE propagou que o TJPB havia acatado um recurso especial no fim de maio, descaracterizando a posição do MPF de que a ação tinha tramitado em julgado (sem margem para recursos).

Essa manhã, o advogado César Pessoa afirmou falando ao programa Cidade Alerta, da Cidade FM, com Anchieta Santos, que, com base em consulta ao TJPB, que o Recurso Especial não foi admitido pelo Tribunal, versão diferente da apresentada pelo vice.

A consulta foi feita às 9h56 de hoje e, segundo o advogado, desmente a posição de Amaral de que teria conseguido dar um passo importante contra sua condenação em Brasília, que por consequência levaria água abaixo também o prefeito Sebastião Dias, com direito  a nova eleição em Tabira. “A questão não pode ser avaliada pelo MPF novamente”, disse.
“Equivocam-se as informações pois o Recurso Especial interposto não foi admitido nem pelo Presidente nem pelo Vice-presidente. O recurso eleitoral seguirá e estamos convictos de que o município irá passar por eleição suplementar. Será uma eleição rápida”, disse. Em suma, diz que a informação passada por Amaral foi mentirosa.
O advogado disse concordar plenamente com o parecer do vice-procurador geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, que opinou pela cassação da chapa Sebastião Dias-Zé Amaral, considerando que José do Amaral Alves Morato, vice-prefeito eleito no Município de Tabira, não atende à condição de elegibilidade do inciso II do § 3º do art. 14 da Constituição Federal, por não estar no pleno exercício de seus direitos políticos” diz.

Também que caso confirmada a decisão, haverá  realização de novas eleições. “Até o prefeito pode concorrer novamente, pois o impedimento é do vice”, disse.

Por Nill JR.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Advogado ligado a Dinca diz que Zé Amaral não teve recurso acatado pelo TJPB.