Últimas Notícias
Search

Crise dos combustíveis: caminhoneiros mostram a sua força.


Crise dos combustíveis: caminhoneiros mostram a sua força
Filas continuam na manhã desta quinta (24) em Afogados da Ingazeira. Foto: Celso Brandão.
Iniciada na última segunda-feira (21), a greve dos caminhoneiros contra o aumento abusivo dos combustíveis no país, chega nesta quinta-feira (24), ao seu quarto dia, mostrando a sua força. Os caminhoneiros mostraram que são eles que movimentam o Brasil e deram um nó no governo federal obrigando o presidente da Petrobras, Pedro Parente a reduzir o preço do diesel.

Ontem uma reunião na Casa Civil da Presidência da República, acabou sem acordo. Representantes de caminhoneiros rejeitaram o acordo com o governo federal e deixaram a reunião insatisfeitos.
Nesta quinta-feira (24), uma nova reunião foi marcada para às 14h no Palácio do Planalto e vai decidir se a crise do combustível vai acabar ou aprofundar-se ainda mais. Nesta manhã há registro de manifestações em pelo menos 14 estados e no DF.

Pernambuco – O governo do Estado emitiu nota nesta quarta-feira (23), onde diz que todas as medidas que estão ao seu alcance para minimizar os efeitos da paralisação nacional dos caminhoneiros estão sendo tomadas.

Ainda na nota o governo do Estado diz que a solução para o impasse está nas mãos do governo federal e que Estados e Municípios já carregam boa parte dos recursos destinados às áreas de Saúde, Educação e Segurança Pública e que não é razoável que o governo federal pretenda que estados e municípios financiem a solução de um problema que foi criado por ele [governo federal].

Interior – A falta de combustível começa a afetar o cotidiano da população que vive no interior. Filas se formam em postos de combustível que já estão com o estoque baixo. Em Afogados a noite da quarta (23) foi de filas nos postos da cidade e continuam na manhã de hoje. Em Serra Talhada já tem posto sem gasolina. Há relatos de mais de uma hora na fila. Um posto chegou a anunciar etanol a R$ 3,28, mas o estoque acabou rápido.

O radialista Anchieta Santos informou na manhã de hoje durante o programa Rádio Vivo na Rádio Pajeú, que nos postos Ipiranga na Avenida Manoel Borba, gasolina e álcool não são mais encontrados. Ainda tem diesel.

Na Gustavo Fittipaldi o Ipiranga não tem gasolina e nem álcool. Tem diesel para hoje.
No Posto Brasilino I não tem mais gasolina. Ainda dispõe de diesel. No Brasilino II tem diesel e gasolina.
Em Tabira, dos três postos Nogueirão, dois já estão sem nenhum tipo de combustível. São os postos das saídas para São José do Egito e Água Branca. O da saída para Afogados dispõe de diesel.

A Prefeitura de São José do Egito emitiu nota informando que hoje não haverá aula nas escolas municipais e estaduais, por conta da falta de diesel nos postos Trevo e Petrovia que são licitados para o abastecimento do transporte escolar do município.

Na nota a Prefeitura informa ainda que os poucos veículos que restam em circulação, apenas rodam com o combustível que resta em seus tanques. Continuando a greve geral dos caminhoneiros, toda frota deverá parar.

Origem> Rádio Pajeú.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Crise dos combustíveis: caminhoneiros mostram a sua força.