Últimas Notícias
Search

Em entrevista, Zé Marcos fala sobre as próximas eleições.

Na manhã desta sexta (02) o jornalista João Carlos Rocha entrevistou na Gazeta FM, em conexão com a Cultura AM, o ex-deputado Zé Marcos (PR). A conversa girou em torno da política nas esferas nacional, estadual e municipal. No primeiro momento José Marcos comentou sobre os problemas sentidos na pele pelo povo brasileiro. O ex-gordo comentou sobre a situação econômica e seus reflexos diretos no cotidiano, tratando principalmente de saúde e educação.
Indagado sobre Pernambuco ter no governo Temer uma quantidade grande de ministros, se isso favoreceria o Estado, Marcos de Lima mencionou que isso seria o esperado, mas para que ocorresse seria necessário haver entrosamento direto entre presidência e governadoria.
Sobre a possível coligação entre PSB e PT no campo estadual, disse ser normal isso acontecer, tendo em vista que essa história entre ambos os partidos já havia sido construída pelo então governador Eduardo Campos. Zé Marcos comentou sobre a possibilidade de Marília Arraes ser candidata ao governo do Estado pelo PT e quanto à ligação do Partido da República (PR), onde é vice-presidente em Pernambuco, com o governador Paulo Câmara. E completou: “Há de se estudar, tratando do campo local – São José do Egito – como a sigla vai atuar; vamos conversar com os nossos vereadores e lideranças e estudar os cenários”.
Na entrevista também foram pautadas ações que pudessem ser desenvolvidas pelo Governo do Estado no município. Sobre a instalação da unidade do Corpo de Bombeiros Militares Zé Marcos disse que “é muito positivo essa implantação, mas é bom lembrar que esse pleito, como da instalação de uma companhia independente, também é do nosso grupo, e é bom salientar que os prefeitos do Alto Pajeú também fizeram esses pedidos”.
José Marcos desenvolveu críticas ao terceiro governo de Evandro Valadares (PSB) e citou problemas detectados na administração local: “São atrasos de salários de servidores constantemente, aposentados também com salários atrasados, ruas esburacadas, escolas sem ventiladores, e isso é visível por toda a população, que tem inclusive feito até música de arrependimento em ter elegido esse gestor”.
Foi também discutida a instalação de uma comissão de inquérito na Câmara de Vereadores de São José do Egito para apurar denúncias quanto a atos da gestão de Valadares. José Marcos disse que a atitude é importante e “que o prefeito deve descer do salto, mas ter direito de defesa”. Afirmou ainda que “realmente essa foi a primeira vez que foi implantada uma CPI em São José do Egito”.
Tratando das próximas eleições, Zé Marcos mencionou o seu apoio ao deputado Federal Sebastião Oliveira (PR) e ao Estadual Rogério Leão (PR), mas afirmou que os outros integrantes do seu grupo também podem apresentar outros nomes, entretanto, marcharão unidos no pleito de 2020, para prefeito.
No final da entrevista Zé Marcos afirmou a união de esforços para que se consigam mais ações para São José do Egito.
Acompanharam o entrevistado os vereadores Alberto de Zé Loló, Albérico Tiago, Aldo da Clipsi, David Teixeira, Doido de Zé Vicente, Tadeu do Hospital e Rona Leite. O suplente Gerson Souza também esteve presente.
Por Marcello Patriota.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Em entrevista, Zé Marcos fala sobre as próximas eleições.