Últimas Notícias
Search

Moradores de ST ameaçam acionar a Compesa na Justiça.



Em contato com a redação do FAROL DE NOTÍCIAS, moradores do bairro da Conceição, em Serra Talhada, fazem um desabafo e reclamam que a Compesa não cumpre calendário de abastecimento anunciado pelo órgão. Os moradores ameaçam ingressar na Justiça. Confira a nota na íntegra!
Por moradores da Rua Severino Pereira Lins, no bairro Nossa Senhora da Conceição.
“Nós moradores da Rua Severino Pereira Lins viemos através desse meio de comunicação fazer uma reclamação a Compesa de Serra Talhada. Segundo informações obtidas por um dos moradores, diretamente na agência da Compesa, há dois dias atrás era o dia programado no calendário para chegar água em nossa rua.

Na realidade há 3 dias chegou água em torno de 6 horas da manhã e no máximo 9h30 desapareceu toda a água da torneira não dando para abastecer sequer uma caixa de 500 litros que está no piso do muro. Visto que nem tem força suficiente para subir até as caixas de água que abastecem as residências.

Independente desse horário não mais vimos a água em nossas torneiras, estamos em uma situação difícil. Não temos água sequer para cozinhar, tomar banho ou lavar roupa. Mas as contas continuam chegando sem nenhum tipo de desconto, apenas um valor taxativo independente do consumo ou não.

Apelo
Diante dessa situação viemos fazer um apelo aos administradores da Compesa que revejam seu calendário e verifique na residência de todos os moradores que a história é uma só. Ninguém tem nada de diferente para contar, além da falta de água e do pouco período de abastecimento que não se cumpriu como deveria. Segundo informações dadas por funcionários da Compesa na própria agência da empresa
Sabemos que o racionamento é necessário, mas também temos consciência que mesmo com o racionamento temos direito a água em nossas residências para as necessidades básicas. Pois para isso continuamos pagando e não é justo que não tenhamos a água, não é correto que o calendário não se cumpra como foi determinado.

Se nenhuma providência for tomada faremos um abaixo-assinado e recorreremos a Defensoria Pública com uma ação coletiva, pois vários moradores já se manifestaram com essa ideia de uma ação coletiva contra a companhia de abastecimento de água Compesa.
Esperamos que os administradores tomem conhecimento da irregularidade que estão praticando, porque uma coisa é racionamento outra é irregularidade no abastecimento.

Do Farol de Notícias.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Moradores de ST ameaçam acionar a Compesa na Justiça.