Últimas Notícias
Search

Em Carnaíba, vereador Everaldo Patriota faz manobras para se manter no poder.

Após perder as eleições de 2016, obtendo apenas 380 votos, o equivalente a 3,28% dos votos válidos, ocupando a fraquejada 13ª colocação, ficando como o segundo suplente da Coligação Frente Popular de Carnaíba, o agora vereador Everaldo Patriota, que assumiu a vaga do vereador Antônio Venâncio, convocado para assumir a secretaria de governo de Anchieta Patriota com um salário de quase R$ 7.000,00 (Sete mil reais), está demonstrando-se cheio de controvérsias.

Em 1° de Novembro de 2016, o agora vereador foi pauta de reportagem do site da Rádio Pajeú AM, de Afogados da Ingazeira, intitulada: "Em Carnaíba: Vereador prestes a deixar mandato quer alterar regra de escolha da Mesa Diretor", como o leitor pode relembrar Clicando aqui!

Everaldo após perder as eleições ameaçou o PSB de Carnaiba de impugnar as eleições e o pedido da contagem de votos, se dizendo perseguido pelo próprio grupo, procurando mover ações judiciais contra o seu partido PSB  e seu grupo liderado por Anchieta Patriota.

Quando perdeu as eleições criou o projeto para que o novo presidente da Câmara fosse escolhido por ordem de votação eleitoral.
 
Everaldo Patriota (PSB), que não foi reeleito, tentou emplacar antes de deixar a Câmara proposta de emenda ao Regimento Interno que mudava a escolha do Presidente e Mesa Diretora da Câmara. Pela proposta, os cargos seriam distribuídos por ordem de votação. O mais votado passaria a ser presidente, o segundo mais votado vice, e assim sucessivamente. No segundo biênio, a mesa seria escolhida por deliberação, com voto de três quartos dos vereadores.

O Presidente da Câmara, que na época era Júnior de Mocinha (PSB) rejeitou a proposta, que contava ainda com  as assinaturas de mais dois vereadores:  Luiz Alberto e Silvonete Carlos. De acordo com o site da Rádio Pajeú, o ex Presidente da Câmara, Junior de Mocinha, disse que usou por base o Regimento Interno e Lei Orgânica.

“Ele queria mudar regimento interno pra não ter mais eleição. Seria a única Câmara no país. Não iria concordar pelo artigo 37, incisivo 13, que me permite rejeitar propostas que sejam inconstitucionais e abusivas. Tivemos aval da Assessoria Jurídica”, afirmou Junior ao site e emissora.

Júnior lembrou o fato de que a mesma proposta não foi apresentada por Everaldo em 2004, quando ele foi escolhido presidente. Registre-se, Patriota e ainda modificou a regimento para garantir que houvesse o direto à reeleição, ficado por mais dois anos. “Se essa regra valesse naquela época, o presidente teria sido eu”, lembra Júnior.

Agora, depois de assumir a vaga de Vereador assumida pelo ex vereador Zé Ivan e posteriormente por ele, Everaldo, o gestor carnaibano para ele se tornou o melhor, o mais competente, o mais trabalhador, já que o prefeito acabou acatando suas ideias de voltar à assumir uma vaga sem mandato.
 
A matéria é de Cauê Rodrigues.



Gilson Pereira

Locutor e apresentador, Blogueiro, Funcionário Público e Acadêmico de Letras.Trabalho - Ocupação Identificador Civil e Criminal


0 “Em Carnaíba, vereador Everaldo Patriota faz manobras para se manter no poder.

    Em respeito à Legislação Eleitoral, o Blog do Pereira.Net não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.